The Facepalm: Because expressing how dumb that was in words just doesn't work.
Opinião de Fernando Sobral no Correio da Manhã - Leiam só isto!!!!

Publicado por Maguita

O sucesso dos saloios
A questão fundamental sobre o ‘Telerural’ não é: deve ou não deve existir? Pode existir. A pergunta que se deve pôr é: o que faz um programa assim no horário nobre do chamado serviço público de televisão? É um mistério insondável.
Desde há bastante tempo que a programação nocturna de ‘prime time’ da RTP 1 deixou de ser um saudável mundo de diversidade. Hoje ela reduz-se a concursos de todos os tipos e feitios, programas de informação de qualidade bem díspar e alguns de humor.
A debandada dos ‘Gato Fedorento’ deixou um vazio difícil de preencher, até porque não faz bem humor quem quer e, presumia-se, talvez erradamente, que o serviço público de televisão deveria ter algumas preocupações de qualidade que não tivessem apenas a ver com a quantidade das pessoas que os vêem.
Talvez por isso a RTP tenha tentado arranjar um modelo que pudesse concorrer no mesmo espaço dos ‘Gatos’, com os ‘Contemporâneos’ e, à falta de ter uns ‘Malucos do Riso’ ou um ‘Vasquinho’, tenha decidido promover o ‘Telerural’ ao horário a que alguns chamam de ‘nobre’ do canal 1. A ideia, por certo bondosa, era aproveitar um espaço que entretinha os espectadores das manhãs do canal, num programa popular (como são os daquela hora) e aplicar a receita às noites.
É certo que a televisão aposta, cada vez mais, em programas que entretenham as pessoas e que não as obriguem a fazer essa coisa horrível que, pelos vistos, é pensar.
Uma gargalhada vale mais do que mil ideias, parece ser hoje o princípio do serviço público de televisão.
É uma estratégia como qualquer outra. Por isso não surpreende que ‘Telerural’ seja hoje um dos programas de maior audiência da RTP e que o investimento do canal se dirija para espaços destas características. A chamada 'visão saloia da actualidade' é, obviamente, inocente, mas não traz uma centelha de educação ou cultura ao espectador.
Algo que a RTP deveria ter o bom senso de, minimamente, preservar. Nesse aspecto veja-se, como contraponto, a inteligência de um programa de humor da SIC Radical, ‘Fogo Posto’.
A questão não está na existência do ‘Telerural’.
Está na sua colocação numa hora em que a RTP deveria ter outras exigências de qualidade. Há, claramente, uma noção desfocada de serviço público na RTP. Cada vez mais evidente na programação nocturna da RTP 1.
Comentem!!!

27 Comentários for this post

home_do_gas

O que este senhor não se lembra é que a televisão não serve única e exclusivamente para educar e incutir cultura ao espectador. Se formos ver ao pormenor, 65% do que passa na tv é lixo! Este tipo de programas vêm fazer jus ao ditado "rir é o melhor remédio". É sem dúvida um programa de entretenimento e a hora é para mim mais que apropriada.
Respondendo ao sr. Fernando Sobral, "A pergunta que se deve pôr é: o que faz um programa assim no horário nobre do chamado serviço público de televisão?" Simples!! Faz rir, faz passar um bom momento em família ou junto dos amigos e faz sobretudo esquecer (embora naturalmente por momentos) as péssimas notícias que vemos todos os dias 30 min. antes no Telejornal.
Se isto não é um serviço público de televisão para o espectador, então não sei o que será!
E este senhor que não venha passar um atestado de burrice aos espectadores pois numa era em que a tv por cabo é raínha, o espectador não vê o que se lhe põe à frente mas sim o que quer ver! Citando o próprio, "Por isso não surpreende que ‘Telerural’ seja hoje um dos programas de maior audiência da RTP"; Isto só demonstra a qualidade do programa.
Carlos Sousa

Posted on 11 de julho de 2008 às 21:16  
Anónimo

O horário nobre da RTP tem o melhor programa de humor em Portugal desde o Herman Enciclopédia. E não falo do Telerural! Pista: dá às sextas-feiras... :)

Posted on 11 de julho de 2008 às 23:32  
Maguita

Sr. Anónimo: é apenas a sua opinião.


Sr. Carlos Sousa, o seu comentário não podia ser mais explícito!

Este senhor Fernando Sobral deve ter uma cultura fora do comum... a televisão portuguesa é cultura? a tv do estado é só para dar as noticias do sr. (eng.º) Sócrates a dizer o que bem quer e lhe apetece? da nossa amiga "Milu" a dizer que "as boas notas a matemática se devem aos planos implementados pelo Ministério da Educação", quando os exames eram de 4ª classe???

Bem... há poucos dias, uma estudante universitária disse num programa da TV do estado, que o Rio Mondego nascia na serra do Marvão e desaguava na Figueira da Foz..... quanto à Figueira tinha razão, mas... na Serra do Marvão???
Este é o estado da (IN)Cultura em Portugal!!! e da tv portuguesa!!!

Relativamente ao TELERURAL, que é para isso que aqui estamos, só tenho uma coisa a dizer: Curral de Moinas é o meu país! (Qualquer semelhança com Portugal é pura coincidência)

Posted on 12 de julho de 2008 às 00:17  
Tiago

Concordo com o artigo, quando afirma ser necessário que o espaço nobre da tv pública (e eu acrecentaria que toda a programação) fosse preenchido com programas inteligentes.
No entanto creio que a acusação de "falta de inteligência" do telerrural é errada.

Fazer rir é das coisas mais difíceis, e das formas mais subtis de inteligência, pois fazer humor é sempre caminhar numa linha ténue, onde se provoca o "curto-circuito" que é rir.

Dizer asneiras é uma grosseria, mas o Fernando Rocha tem a inteligência de fazer rir dessa forma.
O "nonsense" do gato fedorento, entre o aborrecimento patético e o fazer rir.
A "league of gentlemen", entre o enojar e o fazer rir.

O que o autor do artigo quer dizer com "inteligente", talvez seja o inglês "witty". Mas o humor não tem de ser sempre "witty".
Sim, talvez o humor que o consegue ser seja o mais espectacular (por exemplo os Monty Python, e também os nossos Gatos). Mas também aqui há perigo, pois querer ser "witty" sem ter piada acaba por não ser humor, mas sim pretensiosismo, como eu julgo ser o caso do programa "fogo posto".

Posted on 12 de julho de 2008 às 01:50  
Diogo

No horário nobre este gajo denominado de Fernando Sobral queria o quê? Documentários de investigação científica? Para quê? Qual o público-alvo?
Se não querem ver mudam de canal, é simples. Eu adoro o TeleRural, desde sempre apreciei o trabalho desta dupla e adoro! Então depois de conhecer o Pedro pessoalmente num âmbito de automóveis, melhor ainda, um gosto em comum.

Mas voltando ontopic, o gajo faz a pergunta e passo a citar: "o que faz um programa assim no horário nobre do chamado serviço público de televisão?" Meu caro, até eu te respondo a isso, é simples, é entretenimento. Qual a cultura do nosso país, aliás, qual a maioria da cultura nacional? Pouca! O nosso povo não é virado para programas que façam pensar, basta ver as audiências do BOM humor dos Gato, humor culto, humor inteligente...no entanto e com conhecimento de causa o mesmo programa não tinha uma aceitação digamos, agradável por todos. Este é brejeiro, é o que o povo gosta. A televisão, ainda por cima pública, serve para quê? Para agradar o público! Se não te agrada a ti temos pena, faz como o outro, mete na beirinha do prato, não gosta, não come!

Eu quando quero ver parte de investigação na minha área ou noutra que me atraia vou ver canais por cabo, nem nunca esperei que a TV portuguesa passasse programas destes. Quando me quero rir e dado que detesto o snobismo inglês e aquele humor estranho, simples, ligo para a RTP e vejo o TeleRural.

Metem cada personagem como colunistas na imprensa que enfim, só postais!

Posted on 12 de julho de 2008 às 02:31  
Este comentário foi removido pelo autor.
Posted on 12 de julho de 2008 às 03:12  

Descomprimir ao fim do dia com um bom telerural com ideias e frases mirabulantes sacadas sabe-se lá de onde é mau? Como já foi dito, um alivio do stress e más notícias do dia é mau? Rir é mau? Lembro-me de uma vez ter dado uma entrevista para esse tal correio da manhã, em que saíram da minha boca as palavras, "uma facada", e eles colocaram na notícia 5, não 1 nem 2, mas 5. Enfim cada um tem a sua opinião, alguns têm um espaço para a fazer mais à vista não é?
Pois bem aqui deixo a minha, o telerural é um excelente programa, num horário compatível para o público alvo, tanto que tem sucesso!
Um abraço a todos, parabéns ao telerural e a este blog e cuidado com aqueles moços que preferem 1000 ideias que valem mais que uma gargalhada! "Obrigado"

Posted on 12 de julho de 2008 às 03:14  
Anónimo

Mais um douto ignorante que da a sua opinião, ainda para mais vindo de um jornal sensacionalista que e o Correio da Manhã.
Den tro so segmento em que o programa se insere, o Telerural e um dos melhores programas... se qer cultura e programas de nivel superior, vire para o canal 2, ou um outro canal da TV Cabo.
Infelizmente, parece haver má vontade contra o Telerural, quando ninguem se queixa de programas do género de humor muito presisivel, sem piada e de baixa qualidade como os Malucos do Riso entre outros.
A Televisão e para todos e não so para meia duzi de sumidades, e as audiencias mostram isso. Ainda vivemos num país de VElhos do Restelo... felizmente os cães ladram e a caravana passa!

Posted on 12 de julho de 2008 às 12:46  

Boas a todos os visitantes!!

Li o artigo e os comentários ate agora escritos decidi comentar também....

No fim de um dia de trabalho, em que estamos "fartos" de levar com tudo e mais alguma coisa, com stresses, com correrias e mais correrias e como este pais anda, digam-me vocês, não acham que já chega de deprimências? Eu sou a favor de programas educativos também, também gosto de ver um bom documentário, mas para isso existe a rpt2, não se esqueçam, que da sempre excelentes documentários e grandes séries como "anatomia de grey", "ossos", entre tantas outras....

Eu acho que o humor é fundamental para nos mantermos vivos, sem humor, sem um sorriso não há vida, não somos nada, não temos vontade,.... Sou completamente a favor do telerural e desejo que continuem com este programa e com a mesma qualidade ate hoje demonstrada!!

Um bem haja a esta equipa!!

Desejo a todos um bom dia e mais uma vez, esta é simplesmente e unicamente a minha maneira de ver as coisas, é a apenas a minha opinião!

Fiquem bem!

Posted on 12 de julho de 2008 às 13:14  
Pardal

Sera que este sr. tem dor de corno por o Telerural ter mais audiências que os seus artigos???

A mim parece-me!

Telerural sempre!

Posted on 12 de julho de 2008 às 15:09  

Não consordo com a opinião deste senhor Fernando Sobral. O Serviço Público de Televisão deve ser o de contribuir para o desenvolvimento pessoal e social dos cidadãos deste país, tendo em vista o progresso civilizacional. Para mim, este não é almejando se não for feito tendo em conta o ser humano como umt todo. Logo, nós não crescemos, como pessoas, quando somos intelectuais, mas sim quando rimos. Rir é um movimento estraordinario de conjugação dos ritmos corporais, imaginação e passado relacional de cada um. Este é o desenvolvimento humano sustentado. De facto, sou da opinião que crescemos mais como pessoas quando vivemos uma aventura com amigos, do que quando lemos Os Lusíadas, embora não se excluam. Foi o Sr. Fernando que pretendeu excluir o riso do horário nobre da RTP. É claro que é importante a cultura, mas principalmente, a popular, aquela que nos liga às nossas origens! Tambem gosto do Museu do Louvre, mas não dispenso as cenas hilariantes de Curral de Moinas, que no fundo, é um bocadinho a minha aldeia. É isto que é cultura, é nós revermo-nos naquilo que é retractado. Tal promove na nossa elaboração menatl, que é o mecanismo mais elaborado que possuimos de saúde mental, enquanto seres humanos. Muito mais que a intelctualização ou a racionalização, que servem para congelarmos as nossas emoções!

Bem haja!

Posted on 12 de julho de 2008 às 15:11  

livro para o Sr. Fernando Sobral: O nome da rosa de Umberto Eco!

Posted on 12 de julho de 2008 às 15:13  
Anónimo

Sou professor há 25 anos. Fiz mestrado e estou a acabar o douturamento. Não sou, portanto analfabeto nem saloio (se bem que deteste a conotação pejorativa deste termo). Mas, cada vez ODEIO mais este triste espectáculo dado por críricos como o Sobral. Estes tontos ainda vivem na fase mais sombria da Idade Média em que o que é divertdo, o que faz rir não presta porque só os senhores bem-pensantes sabem o que tem qualidade e faz bem ao povo. Sim, porque eles não são povo, são nobreza. São sérios porque rir faz mal. São cultos e os cultos não riem.
Ó Sobral, diz-me uma coisa: tu não cagas como o povo? Tu não dás uns peidos valentes como os saloios?
E não achas divertido um bom e sonoro peido?
Por tudo isto, caro Sobral, te digo com toda a franqueza: Ri-te, paspalho! Ri-te, caralho!
Fez bem o comentarista "guilha" ao aconselhar o "Nome da rosa" ao Sobral. Acho que ele daria um excelente monge dominicado: triste, sorumbático, infeliz, frustrado e culto.
Por mim prefiro mandar bardamerda estes críticos de meia tijela que só escrevem para ganhar uns tostões e descarregar a frustração de uma vida em que não sairam da cepa torta.

Posted on 12 de julho de 2008 às 15:56  
Joao Ricardo

...E veem estes meninos doutores da cidade, escrever no CM, que o Telerural é um programa saloio e sem graca e passar em horario nobre nao é tv publica. 'Vejam antes o Fogo Posto da SIC Radical, que vos faz melhor, rapazes' dizem eles.
Fui ao Youtube ver 5 sketches: sem graca, repetitivos, espécie de Gatos amadores, e quando falaram em PSD e em Congresso, piadinha politiqueira de fato e gravata, carreguei no X e voltei à minha aldeia ver a exposição de touros caramelizados da gadaria do Manuel Bofes, que isso sim é cultura.

Posted on 12 de julho de 2008 às 19:01  

Não é uma opinião estúpida a do cronista (ou crítico) mas apenas uma ideia moldada pelo elitismo que leva algumas pessoas a pensarem que só determinados tipos de humor são "inteligentes". Os malucos do riso são de má qualidade (apesar de muito boa gente se rir com eles), o Tele-rural (ou telerrural - "telerural" está mal, rapazes) é bom, muito bom. :)

http://aospapeis.blogspot.com

Posted on 12 de julho de 2008 às 20:09  
Anónimo

Não vale a pena sequer comentar este tipo de critica do sr. Sobral....é uma perda de tempo.
Se ele foi pago para fazer esse tipo de critica ao Telerural só ele é que sabe.
Do resto de um emigrante português aqui vai uma palavra para equipa do Telerural.....força continuem façam Rir porque a gente precisa.

Posted on 13 de julho de 2008 às 16:14  
filipa teixeira

que idiotice! mas afinal de que tipo de humor gosta esta gente? e o que é que têm contra o mundo rural? nem se trata de ruralidade, trata-se de humor nonsense, que é o que estes dois fazem. e fazem-no magistralmente, e por isso devem ser louvados. além disso, o senhor fala dos concursos de televisão - então e acredita que estes são a melhor forma de aprender, quando as perguntas colocadas aos concorrentes estão pejadas de erros? fala da falta de programas de cultura - mas o que é que são trinta minutos da noite de terça-feira? cada pessoa tem a sua opinião, eu não concordo com a deste senhor. tem de haver educação, sim senhora, mas também tem de haver entretenimento e comédia. se tem assim tanto contra o entretenimento, porque não resmunga com as novelas, principalmente com a fábrica tvi, que todas as santas noites nos bombardeia com histórias mais que repetidas?

Posted on 13 de julho de 2008 às 23:31  
filipa teixeira

a acrescentar ao comentário anterior: já ouvi várias referências depreciativas ao telerural baseadas na ideia de que é um programa com linguagem não apropriada e de conteúdos moralmente reprováveis. mais uma vez, porque atacam um programa que passa apenas meia hora por semana, quando as novelas que dão cinco ou seis horas por dia estão também repletas de cenas de sexo, álcool, escândalos e todo o tipo de rebaixaria?

Posted on 13 de julho de 2008 às 23:35  
DIogo

Eu respondo a isso: porque o TeleRural faz comichão a muita mas muita gente!
Ah pois é...

Posted on 14 de julho de 2008 às 02:00  
Anónimo

Ohhh meu querido amigo Fernando Sobral, como a vida lhe tem sido madrasta, mesmo.... Nunca vai chegar a horario nobre, nem a RTPn nem a lado algum com esse feitio interessante...
Já pensou nas florestas que sao destruidas para fazerem papel?
Nao brinque com as florestas, nem com o papel, senao corre sempre o risco de continuar o Bobo da Corte, e afinal o meu amigo ja devia de ser uma pessoa mais experiente e sensata...
Um destes dias se quiser também lhe arranjo uma cunha na RTP1 e até pode ser no horario que quiser, mas se eu descubro que o Correio da Manha lhe pága, fico chateado, ai fico, fico muito chateado...

Parabéns a todos os fãs do Telerural, e ainda bem que o serviço publico de TV neste país está atento a todos vocês, senao nao havia horario nobre para ninguem!

Vocês Merecem, venha daí o Clube de Fãs....

Posted on 14 de julho de 2008 às 15:38  
Pardal

Ola.
Encontrei o artigo original e resolvi colocar aqui. também dá para comentar lá.


http://www.correiomanha.pt/noticia.aspx?contentid=50237FD8-071F-4DA7-8940-8E796D6BECD8&channelid=00000017-0000-0000-0000-000000000017

Posted on 14 de julho de 2008 às 16:14  
Sabujo

Até que ele tem razão numa coisa: o que faz o Telerural estar num horário nobre à Terça-feira quando ao Domingo é transmitido aquela insípida sequência de sketches chamada de Contemporâneos, uma manifestação de um Bruno Nogueira que não se apercebe que já não tem graça e de uma sombra de um estilo à Herman que já não cola nas exigências actuais.

O Telerural é o melhor programa de humor desde o Gato Fedorento e parabéns a todos os que colaboram, principalmente o Quim e o Zé que conseguiram verdadeiramente fazer humor de qualidade sem recorrer às ordinarices que os caracterizavam, mantendo (ou superando) o nível de qualidade. Isto faz-me lembrar o oposto, quando o Fernando Rocha foi transportado para programas matinais e para concursos (onde a caralhada era proíbida) e aí viu-se a natureza oca do "artista".

Viva o Telerual! E viva este Blog!

Posted on 14 de julho de 2008 às 22:40  
Anónimo

Bons dias a todos!
Li o artigo e pergunto-me o seguinte:
Quando este artista vem ocupar uma parte de um jornal com um artigo de crítica do tempo do Salazar, faz todo o sentido que considere que o programa não seja adequado para o horário em que é transmitido!....Contudo, talvez seja apropriado lembrar a este senhor que o PROGRAMA Tele Rural é um ensina burros e talvez seja melhor este senhor sentar-se mais vezes em frente á tv no horário em que o mesmo é transmitido, não pela vertente humuristica, que pelo que já reparei, não lhe diz muito, mas pela vertente educacional!!Sim, se alguma vez aprendeu a ler pelas entrelinhas, pode verificar que é feita uma crítica e bem grande a certos temas da actualidade!!!E seja mais inteligente e repare que o cenário que serve como fundo é um cenário rural, (com todo o repeito) rude e pobre!Não estaremos a caminhar para isso?.....Sejamos mais observadores!Não há melhor horário para este programa; e para este senhor fica a sugestão:
Subscreva a TV Cabo e veja o canal História!Tem por onde escolher!!!!

Posted on 15 de julho de 2008 às 09:36  
Anónimo

agora rir, e/ou fazer rir é falta de cultura, preferem ver a PORCARIA das 7 ou 8 telenovelas brasileiras da SIC, ou ver as noticias sencionalistas da TvI seguidas de mais uma dose de novelas(ao menos estes em POortugues)Chamar-me de ignorante só porque no final do dia tenho 1 programa para descomprimir das noticias e que todos os dias somos bombardeados. Esta Fernando Sobral, tem direito á sua opiniao,até ai tudo bem, agora eu tb tenho direito á minha e digo que para SNOB já basta os ingleses.

Posted on 16 de julho de 2008 às 11:58  
Anónimo

Falta de sentido de humor numa mente obscura, do tempo do arroz de 15, "Iste Murcoûm num suabe riri,suó queri pograma de coltura pra pensari qui éi culto"
Cultos somos nós que temos inteligencia suficiente para ler as entrelinhas do programa, mas para estas pessoas deve ser dificil....

Posted on 16 de julho de 2008 às 12:13  
Anónimo

BEM, QUER-ME PARECER QUE ESTE PROGRAMA ESTÁ A ABANAR COM A CLASSE MAIS "PIPI" DA NOSSA SOCIEDADE.
PREFEREM VER OS GATOS, QUE DE PIADA NAO TEM NADA ALÉM DA ESTUPIDEZ QUE PARA MUITOS É PIADA.
BORA LÁ FAZER UM TELERURAL TODOS OS DIAS....
AÍ SIM É QUE ERA BOM

Posted on 16 de julho de 2008 às 12:20  
Anónimo

Sou professora do 1º Ciclo do Ensino Básico, por amor à camisola... há 20 anos e gosto muito do humor do Quim e Zé! Li tofod os comentários, sobre o artigo de Fernando Sobral (que também li). Só tenho palavras para dizer que o Telerural é muito divertido, com piadas mto bem enquadradas, sendo apresentado por actores de excelência! Quando os vejo, já tenho pensado "Estes gajos devem divertir muito", porque de vez em quando deixam escapar um riso...q com um pequeno esforço lá se conseguem continuar, com aquela cara que nos faz rir! Não vejo telenovelas, mas Telerural...spre! Parabéns à dupla Quim e Zé... e também à nossa RTP, por apostar nestes programas! E o Sr. Ddddrrrrrr Sobral que mude de canal...pois tem mtos para escolher... eu também os vejo! Qdo eu era criança, só tinha 2 canais!

Posted on 12 de agosto de 2008 às 15:43  



tracker